RSS

FEIRAS DE CIÊNCIAS RECEBERÃO INCENTIVOS

04 out

Feiras de Ciências e Mostras Científicas vão receber investimento de R$ 10,2 milhões
Feiras de ciências estimulam pensamento científico (Foto: Ricardo Oliveira/Ag.Fapeam)
O CNPq começa a viabilizar, a partir de hoje, a realização de Feiras de Ciências e Mostras Científicas programadas para acontecer a partir de dezembro deste ano, mês previsto para o início das contratações dos projetos aprovados no âmbito do Edital 51/2010. Eventos dessa natureza podem ajudar a melhorar os índices educacionais brasileiros, além de desenvolver o pensamento científico dentro das escolas. A ação é uma parceria entre o Ministério da Ciência e Tecnologia e o Ministério da Educação,  por meio do CNPq, CAPES e Secretaria de Educação Básica do MEC.

De acordo com Maria Ângela Cunico, coordenadora-geral do Programa de Pesquisa em Ciências Humanas e Sociais Aplicadas do CNPq, a iniciativa pretende obter informações sobre limites e possibilidades dos estudantes brasileiros dos níveis fundamental e médio, criar vínculos entre alunos e escolas, além de aproximar a academia dos níveis de ensino, especialmente o público. “Como benefícios adicionais podem ser citados o aperfeiçoamento dos professores de ciências da rede pública, a inclusão social gerada pela difusão do conhecimento, o estímulo ao trabalho em equipe e a opção por carreiras científicas entre os mais jovens”, afirmou.

Os principais objetivos são promover a realização de Feiras de Ciências e Mostras Científicas de âmbito nacional, estadual e municipal, como um instrumento para a melhoria dos ensinos fundamental, médio e técnico, além de despertar vocações científico-tecnológicas e identificar jovens talentosos.

Dentre outros requisitos, o proponente deve ter seu currículo cadastrado na Plataforma Lattes, ser obrigatoriamente o coordenador do projeto e ter vínculo formal com a instituição de execução do projeto.

Os projetos precisam se enquadrar em uma das três categorias. A Nacional tem valor de até R$ 500 mil e 80 bolsas por proposta; a Estadual/Distrital destina até R$ 240 mil e 20 bolsas por proposta e a Municipal disponibiliza valor de até R$ 55 mil e 3 bolsas por proposta. Ao todo serão investidos R$ 10,2 milhões.

Os recursos são provenientes do FNDCT/Fundos Setoriais, com R$ 3 milhões;  do MEC/SEB, R$ 3 milhões; da CAPES, R$ 3 milhões; e do CNPq, R$ 1,2 milhão, com a concessão aproximada de até 1.000 bolsas de Iniciação Científica Júnior.

Os projetos devem ser encaminhados ao CNPq exclusivamente por intermédio do Formulário de Propostas Online, disponível na Plataforma Carlos Chagas, até 08 de novembro. Os resultados serão conhecidos a partir de novembro deste ano e as contratações a partir de dezembro.
Para saber mais consulte o Edital: http://www.cnpq.br/editais/ct/2010/051.htm


 
Deixe um comentário

Publicado por em outubro 4, 2010 em Uncategorized

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: