RSS

Consciência Ambiental ganha adeptos na Reserva Juma

27 dez

Foto: Divulgação
FAPEAM

A educação ambiental pode ser considerada mais do que uma disciplina nas escolas, pois seus efeitos refletem em conscientização tanto de alunos quanto da comunidade envolvida. Na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Juma, localizada em Novo Aripuanã, a 225 quilômetros de Manaus, o projeto de ‘Compostagem do lixo’, desenvolvido na Escola Estadual Guilherme Buzaglo é um bom exemplo disso.

A ‘compostagem’ consiste em transformar matéria orgânica encontrada no lixo em adubo orgânico, útil na agricultura e jardinagem. O projeto é um dos cinco aprovados na edição 2010 do Programa Ciência na Escola (PCE) da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM). A pesquisa foi desenvolvida por cinco alunos de iniciação científica e dividida em duas etapas. A primeira, teórica com base em levantamento bibliográfico e elaboração de projeto científico. A segunda, prática com a montagem, recolhimento do material orgânico e a realização da ‘compostagem’.

Segundo o coordenador do projeto, professor Domingos Sávio Saldanha Colares, o objetivo do foi conscientizar funcionários, alunos e professores sobre a importância da seleção do lixo, construir o ‘composto’
na escola e realizar o acompanhamento dos resíduos orgânicos depositados. “A ideia é sensibilizar o corpo docente e discente para melhor aproveitar o lixo produzido, mesmo sabendo que não vamos resolver o problema, mas com as pequenas ações podemos minimizá-lo”, afirmou.
Colares ressaltou os resultados positivos adquiridos com o desenvolvimento do projeto como mudanças de hábitos, a consciência ambiental, o aproveitamento do lixo orgânico e a melhoria visual da escola. “Precisamos incentivar mais a política de aproveitamento de lixo”, observou.
Inscreva-se no PCE 2011
O edital do PCE 2011 já está disponível na página eletrônica da FAPEAM (www.fapeam.am.gov.br). Para a próxima edição, o edital prevê investimentos da ordem de R$ 3,39 milhões, sendo R$ 1,57 milhão da FAPEAM, R$ 1,32 milhão da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e R$ 500 mil da Secretaria Municipal de Educação (Semed). As propostas de escolas públicas estaduais e municipais devem ser feitas, até 25 de fevereiro de 2011.
Sobre o PCE
O PCE consiste em apoiar, com recursos financeiros e bolsas, sob formas de cotas institucionais, estudantes dos ensinos Fundamental e Médio integrados no desenvolvimento de projetos de pesquisas de escolas públicas.
Redação: Margarete Rocha – Edição: Fábio Guimarães

 
Deixe um comentário

Publicado por em dezembro 27, 2010 em Uncategorized

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: